Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Modinha?

Hoje, um post sobre moda. Assim tão vago? Moda? Não. Vamos ao post.

Para começar, vamos definir moda, em nosso momento, no nosso tempo,
moda no que vivemos hoje.
Bom, moda é tudo aquilo que faz sucesso e de certa forma agrada a um grupo de pessoas da sociedade que querem ter algum sucesso, idependente de qual seja, e que recorrem a moda, para estar nessa onda de sucesso que a moda está causando. Então essa moda em algum momento deixa de fazer sucesso, e é substituida por outra moda, e as pessoas seguem essa nova moda novamente, e assim segue o ciclo. Entendido? Não? Certo, vamos tentar de novo. Moda é igual a fase da virgindade, que da e passa (não para os homens, claro). Péssimo exemplo, melhor, a moda é aquilo que as garotas com maior nível aquisitivo e os garotos sexualmente indecididos seguem. Fiz o que pude, quem não entendeu até agora, leia, releia, leia novamente, jogue no google, vá se fo... dê seus pulos.

Mas chega de firula, vamos falar dessa coisinha chamada moda. Em épocas passadas, tempos remotos, perdidos, lembrados pelos nossos avôzinhos e avózinhas, a moda deles era algo até que interessante, era uma moda, digamos, saudável. As modas tinham lá seu intuito, aonde quero chegar mesmo é que, a moda deles não fazia vergonha na época. Hoje sim, seria vergonhoso você sair na rua vestido a caráter anos 60. Porém, não era vergonhoso na época. Mas veja o que vivemos hoje, olhe a sua volta (sem outras intenções) a moda de hoje é vista como vergonhosa, e infelizmente, é!
Temos a moda hoje daquele tipo de raça semi-humana, que vive do recomeço... hm como é?
Os coloridos! Isso! É moda agora a garotada alegre sair com calças ai de todo tipo de cor, e é bem ridículo, bem ridículo MESMO! Sem contar que eles falam como retardados. É uma moda muito constrangedora para nós. Nós homens sãos.
Assim como a moda da internet, ter uma vida na internet, ser um cara foda na internet! Pô mulecada, internet é legal muita gente ganha a vida com ela, mas precisamos da nossa vida real! Precisa sair na rua, pegar um solzinho, ver pessoas, fazer alguns exercícios, praticar esportes, porra, saúde! Ninguém vive desse 5 contra 1 não gordinho branquelo, anêmico, infartado com seus 15 anos de idade. Aproveitando esse papo de internet, uma moda da internet, que ja cansa a beleza de poucos (poucos tem beleza para cansar) é o tipinho "comédião", "stand-up tragedy" do twitter! Sempre tem aquele que quer dar aquela twittada engraçadona, quer fazer aquela piada inteligente, que nem o seu cachorro biruta não ri mais.
Modas, modas e modas... Para finalizar com esse papo de modas, tem a moda dos espertões diferentes que querem estar fora da moda. Bem contraditório, mas é a moda que está na moda.
Esse tipo de pessoa fica lá, "pô, isso é a maior modinha", "vou parar de falar com você. Você agora é da modinha", "ah, vou parar de lamber papel higiênico primavera, porque virou maior moda", "vou fazer um puta caminho de rato no cabelo, pintar cada lado de uma cor, passar três pinos pela bochecha, e colocar um chifrezinho de polietileno expandido, porque não vou estar na moda, vai ter ninguém igual a mim" COM CERTEZA QUE NÃO! Mas vai ter aquele cara, quase igual a você, porque está na moda pensar assim, está na moda esse ser diferente, e ninguém mais sabe qual moda é pior agora. É melhor ser diferentemente na moda, ou estar na moda diferente? Vá saber.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Momento Nerd

Momento nerd, será feito algumas vezes pelo meu lado nerd obscuro. Não que eu adore, porém não tenho nada contra. E como este blog é sobre cultura geral, estou no assunto.

Vou tratar hoje aqui sobre a 4ª Edição do "Dungeons and Dragons" o jogo de RPG mais jogado no mundo... Que simplesmente a Wizards decidiu que o D&D perca esse cargo, só pode! Porque o que fizeram com o D&D não se faz nem com uma barata! Enfiaram no moedor, e foram moendo toda aquela coisa bonita, aquele cenário bonito a fantasia do jogo, tudo, e então pegaram aquelas coisas moidas amontoaram de qualquer maneira uma em cima da outra e então denominaram : "Dungeons and Dragons 4ªEdição".

Tudo bem, você pode chegar e me dizer que não é tão ruim assim, que melhoram em certos pontos. Claro que você pode me dizer isso, assim como é claro que eu não vou concordar nem daqui a milhares de anos! Sabe porque? Vou dizer o porque! Como tiveram a coragem de tirar o monge do livro básico? O monge era uma merda? Sim ele era, e dai? O cara era veterano no jogo, mesmo com toda aquela coisa em cima dele, que ele não prestava, o cara tava lá! Sem itens mágicos decentes, batendo igual moça, mas estava lá com sede de batalha! Se você tem um grupo com um monge nele, com certeza teram muito mais cenas divertidas no jogo, muito mais ação no estilo "Jet Li"! Ninguém mais é maluco o
suficiente de ir bater num Orc armadurado e armado, apenas com as mãos, pés, cabeça...Enfim o Monge era uma grande figura no jogo.

Depois, chegamos as novas raças. Um nome, "Draconatos" essa é a raça que acabou de vez com o jogo inteiro, juntamente com os "Tieflings" como raça básica. Eu como jogador adorava chegar à cidade, olhar em volta e ver pessoas normais, um elfinho boiola ali, um anão pra lá, a coisa mais estranha que eu viria era um "Meio-orc" mas, normal, ou viria algo realmente estranho quando aquele "Ogro" malvadão viesse atacar a cidade, bem clichê. Porém, agora com a 4ª
Edição, temos esse querido Draconatos rondando na nossa cidade como se fosse normal. Raciocine comigo e veja se é normal. Draconatos é um decendente de dragão, ele é um homem lagarto por assim dizer, coberto por escamas, rosto é de um humanóide com traços dracônicos, é uma completa aberração. E esse cara, vai passar do meu lado pela cidade e vai ser normal... Não tem como!
Não pra mim! Olha o nome do jogo, "Dungeons and Dragons" jogamos para superar masmorras e dragões, e quando digo em superar um dragão é derrotá-lo numa batalha, então é lógico que se eu ver um decendente do meu maior inimigo do jogo, eu vou espancá-lo até o fim! Fora que a fêmea deles tem teta, não sei pra que! Réptil não tem teta! Réptil bota ovo meu bom deus! Não amamenta ninguém! Ai você vem me dizer "Nãaaao, é fantasia medieval". Isso é fantasia sexual desses Draconatos isso sim! Nunca havia acontecido isso antes agora tem que inventar? Isso que eu nem entrei em termos de regras, porque pelo incrível que pareça esses caras ainda ganham CARISMA! É tão absurdo quanto eleger Tiririca!
Ainda sobre as raças, o Tiefling, descendentes infernais. Simples. Ai estou eu com meu "Paladino gentleman" na taverna tomando um bom vinho (1 p.o) , e uma criatura de descendência infernal com chifres e rabinho de capeta aparece do meu lado pedindo uma bebida, e eu tenho que ficar na minha por ser normal? NÃO! DESTRUIR O MAL NA CABEÇA! Sem contar que esses cidadãos também ganham CARISMA! Mas é a lábia do capeta então!? Não engulo. Não, não mesmo!

Chega, não vou mais falar sobre. Posso passar dias falando mal dessa merda de D&D 4ªEdição! Porque nem falei do pulso de cura, do modo de jogo estilo MMORPG que não faz nenhum sentido em RPG de mesa e outras tantas coisas que eu vou deixar passar... Detesto! E se você gosta, vá se tratar!
Abraços.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

A TV aberta brasileira.

E de novo, após alguns meses, venho com o meu post. Dessa vez, sem desculpas esfarrapadas ou comprometimento.

TV aberta brasileira, grande meio de comunicação social, aquilo que assistíamos em uma caixa preta, pesada ou um pouco mais leve, gigante ou pequena, ocupando muito espaço ou não, e que hoje se tornou uma chapa, extensa e finíssima, leve, ocupando bem menos espaço. Poxa! Agora você pode colocá-la de pendurada na parede! Enfim, sinais digitais, e milhares de coisas foram criadas e outras evoluíram...mas esqueceram de evoluir uma delas, que é o mais importante, esqueceram de evoluir a sua programação. Eu realmente adoraria ter aquela antiga TV enorme, podia até ser daquelas sem controle remoto, com a imagem cheia dos chuviscos importunos, porém assistir a um programa que acrescentasse algo na minha vida, a ver aquele programa da Márcia em full HD, saídas HDMI, som surround 5.1 ou o diabo que seja! Eu realmente não preciso ver aquilo. Com base nisso, passei uma tarde vendo a TV aberta brasileira para ver se era tão ruim quanto eu imaginava.
Todos nós à assistimos em algum momento, seja na hora do almoço, ou assim que acordamos, ou um pouco antes de dormir, não importa! De manhã? O que temos de manhã? Tem aqueles programas para crianças, passando desenhos animados, antigamente, Pica-pau e afins eram desenhos melhores do que passam hoje, mas nada de mais nisso. A noite? A noite, temos noticiários, novelas e novelas. Mas, e a tarde? O que passa a tarde? Ai está a grande coisa do post! Um resumo para vocês :

Gazeta: Comecei por essa emissora, programa "Mulheres" que parece ser 24 horas, passando um cabelereiro, mexendo em cabelo de crianças, fazendo nada demais, coisa que você pode ver ai, no cabelereiro perto da sua casa.

Canal de vendas : Assim especificado, não pude nem saber o nome, estava passando uma venda de "sementes do boi gordo" (?)

MTV : Como de clichê, passando clipes que estão na moda, das músicas que a moçadinha gosta. Nada de boas músicas.

Record News : Bom essa passa várias notícias boas, atrasadas, repetitivas as vezes, porém não é a pior coisa de se ver não. Mas no momento que eu vi, estava falando sobre bullying, que ja cansou, que sempre existiu, e agora veio com esse nome do Tio Sam para fazer sucesso.

Record : Essa estava reprisando matérias, e nem deixam a matéria por completo, cortam e a matéria termina meio sem nexo. Após um pouco de matérias cortadas, vem a sensação da Record, "A Fazenda" todos os programas só falam disso, parece até canal do boi.

Rede TV : Sônia Abrão. Sem mais.

SBT : Primeira rodada de canais que eu fiz, está com a Márcia, depois entrou a parceria com o México e começou aquelas novelas ridículas e com a dublagem registrada do SBT.

Canal de vendas II : Este vende jóias, no momento, um par de brincos, ou melhor "5 pares apenas em todo o Brasil!" pela bagatela de 5 x R$249,00, a apresentadora oculta (ninguém nunca a vê) diz que alguém comprou e dá os parabéns, bem desgastante.

Rede Globo : Enquanto isso, todas as vezes que passava pela globo, ela estava ganhando seus milhões em comerciais.

Por acaso, tenho algum motivo para continuar a ver TV durante a tarde? Por favor, vá estudar, procure o que fazer durante a tarde, não assista a TV, não perca seu precioso tempo. Obrigado.