Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Momento Nerd

Momento nerd, será feito algumas vezes pelo meu lado nerd obscuro. Não que eu adore, porém não tenho nada contra. E como este blog é sobre cultura geral, estou no assunto.

Vou tratar hoje aqui sobre a 4ª Edição do "Dungeons and Dragons" o jogo de RPG mais jogado no mundo... Que simplesmente a Wizards decidiu que o D&D perca esse cargo, só pode! Porque o que fizeram com o D&D não se faz nem com uma barata! Enfiaram no moedor, e foram moendo toda aquela coisa bonita, aquele cenário bonito a fantasia do jogo, tudo, e então pegaram aquelas coisas moidas amontoaram de qualquer maneira uma em cima da outra e então denominaram : "Dungeons and Dragons 4ªEdição".

Tudo bem, você pode chegar e me dizer que não é tão ruim assim, que melhoram em certos pontos. Claro que você pode me dizer isso, assim como é claro que eu não vou concordar nem daqui a milhares de anos! Sabe porque? Vou dizer o porque! Como tiveram a coragem de tirar o monge do livro básico? O monge era uma merda? Sim ele era, e dai? O cara era veterano no jogo, mesmo com toda aquela coisa em cima dele, que ele não prestava, o cara tava lá! Sem itens mágicos decentes, batendo igual moça, mas estava lá com sede de batalha! Se você tem um grupo com um monge nele, com certeza teram muito mais cenas divertidas no jogo, muito mais ação no estilo "Jet Li"! Ninguém mais é maluco o
suficiente de ir bater num Orc armadurado e armado, apenas com as mãos, pés, cabeça...Enfim o Monge era uma grande figura no jogo.

Depois, chegamos as novas raças. Um nome, "Draconatos" essa é a raça que acabou de vez com o jogo inteiro, juntamente com os "Tieflings" como raça básica. Eu como jogador adorava chegar à cidade, olhar em volta e ver pessoas normais, um elfinho boiola ali, um anão pra lá, a coisa mais estranha que eu viria era um "Meio-orc" mas, normal, ou viria algo realmente estranho quando aquele "Ogro" malvadão viesse atacar a cidade, bem clichê. Porém, agora com a 4ª
Edição, temos esse querido Draconatos rondando na nossa cidade como se fosse normal. Raciocine comigo e veja se é normal. Draconatos é um decendente de dragão, ele é um homem lagarto por assim dizer, coberto por escamas, rosto é de um humanóide com traços dracônicos, é uma completa aberração. E esse cara, vai passar do meu lado pela cidade e vai ser normal... Não tem como!
Não pra mim! Olha o nome do jogo, "Dungeons and Dragons" jogamos para superar masmorras e dragões, e quando digo em superar um dragão é derrotá-lo numa batalha, então é lógico que se eu ver um decendente do meu maior inimigo do jogo, eu vou espancá-lo até o fim! Fora que a fêmea deles tem teta, não sei pra que! Réptil não tem teta! Réptil bota ovo meu bom deus! Não amamenta ninguém! Ai você vem me dizer "Nãaaao, é fantasia medieval". Isso é fantasia sexual desses Draconatos isso sim! Nunca havia acontecido isso antes agora tem que inventar? Isso que eu nem entrei em termos de regras, porque pelo incrível que pareça esses caras ainda ganham CARISMA! É tão absurdo quanto eleger Tiririca!
Ainda sobre as raças, o Tiefling, descendentes infernais. Simples. Ai estou eu com meu "Paladino gentleman" na taverna tomando um bom vinho (1 p.o) , e uma criatura de descendência infernal com chifres e rabinho de capeta aparece do meu lado pedindo uma bebida, e eu tenho que ficar na minha por ser normal? NÃO! DESTRUIR O MAL NA CABEÇA! Sem contar que esses cidadãos também ganham CARISMA! Mas é a lábia do capeta então!? Não engulo. Não, não mesmo!

Chega, não vou mais falar sobre. Posso passar dias falando mal dessa merda de D&D 4ªEdição! Porque nem falei do pulso de cura, do modo de jogo estilo MMORPG que não faz nenhum sentido em RPG de mesa e outras tantas coisas que eu vou deixar passar... Detesto! E se você gosta, vá se tratar!
Abraços.

Um comentário:

  1. nao terminei de ler pq tive q leva minha mae no mercado...

    tiau to q n me aguento iasdgji lendo enjoo cerebral...fim da picada sodiagsad

    ResponderExcluir